Ir para o conteúdo
Software SAP Integration Suite em uso em um laptop mostrando um fluxograma de dados financeiros

iPaaS (plataforma de integração como serviço)

O SAP Integration Suite permite que você se conecte, acelere e capacite sua empresa.

iPaaS da SAP

Use ferramentas e conteúdo predefinido para superar todos os desafios de integração, como os fluxos de integração, a conexão com as soluções de outros fornecedores e o gerenciamento de APIs.

Plataforma líder de integração empresarial como serviço (EiPaaS)

Perguntas frequentes sobre o SAP Integration Suite

Perguntas frequentes

O iPaaS (plataforma de integração como serviço) oferece um serviço em nuvem para cenários de integração de aplicativos, dados, processos e SOA (arquitetura orientada a serviços). É uma plataforma multitenant que suporta integração entre nuvens, entre ambiente em nuvem e on premise, entre implementações on premise e B2B. Ele suporta integração em tempo real e é escalável para atender às demandas por alto volume de ambientes móveis, de ETL (extração, transformação e carregamento) e de EDI (intercâmbio eletrônico de dados).

O eiPaaS (plataforma de integração empresarial como serviço) é uma suíte de serviços em nuvem que se encaixa em vários cenários, incluindo integração de aplicativos e dados, bem como combinação de processos, ecossistemas, ambientes móveis, sistemas habilitados por IA e integração de IoT, além de recursos de gerenciamento de APIs e hub de integração digital.

Fonte: "Technology Insight for Enterprise Integration PaaS", relatório do Gartner, de autoria de Massimo Pezzini e Benoit Lheureux, 31 de julho de 2019

A integração como serviço é uma infraestrutura de computação instantânea, provisionada e gerenciada pela Internet.

A integração empresarial é um desafio de dados. Há tantos dados nas organizações que, atualmente, o termo Big Data se refere ao tamanho e à variedade de fontes de dados. Para que um grande volume de dados existentes em uma infinidade de formatos fora do padrão tenha valor comercial significativo, é preciso integrá-los com várias fontes ou aplicativos. A IoT (Internet das Coisas) também representa uma nova oportunidade de se conectar com os clientes e analisar dados úteis usando dispositivos do dia a dia, mas você deve separar os dados críticos que precisam ser enviados ao seu data center. Os aplicativos da Web aumentam ainda mais a complexidade da integração empresarial, especialmente quando é preciso integrar aplicativos legados em uma arquitetura baseada em serviços, como microsserviços.

Os sistemas de troca de mensagens são uma forma de comunicação entre diferentes componentes em uma arquitetura de aplicativos distribuídos. Os componentes podem enviar e receber mensagens por meio de diferentes linguagens, compiladores e sistemas operacionais, desde que cada lado da comunicação entenda o formato e o protocolo de mensagens comuns.

Conectores de aplicativos são elementos arquitetônicos que modelam as regras de interação entre os componentes. São conexões de classe padrão personalizadas para que determinadas APIs possam ser usadas para integrar rapidamente novos pontos de acesso.

Os conectores da SAP permitem a integração de diferentes aplicativos e tecnologias com sistemas da SAP por meio de padrões abertos. Os conectores são meios para a interoperabilidade técnica de componentes da SAP (escritos em ABAP ou objetos ABAP) e outros componentes (escritos em Java, C++ e Visual Basic, por exemplo).

Fluxos de dados fornecem um fluxo constante de informações que os aplicativos podem alimentar ou consumir, independentemente da transmissão desses dados. Por exemplo, o SAP HANA, opção de funções analíticas de streaming, é especializado no processamento de fluxos de dados de eventos recebidos em tempo real, que coleta tais informações e age com base nelas. O streaming de dados inteligentes é ideal para situações em que os dados chegam à medida que os eventos acontecem e quando é importante coletar, entender e agir imediatamente com base nesses dados. 

Estes são alguns exemplos de fontes de dados que produzem fluxos de eventos em tempo real: 

● Sensores 

● Dispositivos inteligentes 

● Sites da Web (fluxos de cliques) 

● Sistemas de TI (logs) 

● Mercados financeiros (preços) 

● Mídias sociais 

Dados de várias fontes fluem para projetos de streaming, normalmente por meio de adaptadores, que conectam as fontes ao servidor de streaming de dados inteligentes. Os projetos de streaming contêm lógica de negócios, que se aplicam aos dados recebidos, normalmente na forma de regras e consultas contínuas. Esses projetos de streaming são totalmente baseados em eventos, transformando os fluxos de entrada de dados brutos em um ou mais fluxos derivados que podem ser capturados no banco de dados SAP HANA, enviados como alertas, postados em aplicativos downstream ou transmitidos para dashboards em tempo real.

EIPs são coletâneas de soluções independentes de tecnologia para problemas de integração comuns. Os padrões também fornecem uma linguagem comum para desenvolvedores e arquitetos de aplicativos descreverem integrações.

Uma API é um conjunto de ferramentas, definições e protocolos para a criação de software de aplicativos, que permite a comunicação de seu produto ou serviço com outros produtos e serviços, independentemente de como estes são implementados.

Este gráfico do Magic Quadrant foi publicado por Gartner, Inc. como parte de um documento de pesquisa mais abrangente e deve ser analisado levando em consideração todo o contexto do trabalho. O documento do Gartner é disponibilizado mediante solicitação da SAP. O Gartner não endossa fornecedores, produtos ou serviços apresentados em suas pesquisas e não recomenda aos usuários de tecnologia que escolham apenas os fornecedores com pontuação mais elevada ou outra designação. As publicações de pesquisa do Gartner expressam opiniões da organização de pesquisa do Gartner e não devem ser consideradas afirmações factuais. O Gartner exime-se de qualquer garantia, explícita ou implícita, a respeito desta pesquisa, inclusive garantias de comerciabilidade ou adequação a uma finalidade específica.

O selo GARTNER PEER INSIGHTS CUSTOMERS’ CHOICE é marca comercial e de serviço do Gartner, Inc. e/ou suas filiadas e usado aqui com permissão. Todos os direitos reservados. O Gartner Peer Insights Customers’ Choice representa a opinião subjetiva de resenhas, classificações e dados de usuários finais aplicados com metodologia documentada. Ele não representa o ponto de vista nem constitui endosso do Gartner nem de suas filiadas.

Voltar ao início