Ir para o conteúdo
Novo colaborador contratado

O que é experiência do colaborador?

A experiência do colaborador é basicamente tudo o que um colaborador encontra em uma empresa – desde a pesquisa inicial de emprego até o último dia de trabalho e muito mais. As práticas tradicionais de RH estão sendo transformadas por tecnologias inteligentes e políticas que priorizam pessoas, mudando de HCM (gestão do capital humano) para HXM (gestão da experiência humana).

 

Segundo o que ficou conhecido como a Grande renúncia de 2021, milhões de trabalhadores estão deixando seus empregos – e as pesquisas pós-pandemia relatam que até 95% das pessoas pretendem renunciar às funções atuais. Algumas sentem que não há oportunidades de crescimento na empresa, outras não querem permanecer em empregos que não oferecem opções de trabalho remoto ou híbrido, e outras ainda, estão simplesmente se sentindo esgotadas. E o New York Times nos informa que "as empresas publicam vagas de emprego em números recordes, mas a atividade dos candidatos está em nível baixíssimo". Na década de 2020, os colaboradores estão reavaliando o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e o que precisam dos empregadores. Para atrair e reter os melhores talentos, as empresas precisarão passar por um processo de  autoavaliação para se adequarem melhor às necessidades e expectativas individuais dos colaboradores. 

Por que a experiência do colaborador é tão importante?

Na economia atual, as empresas enfrentam riscos elevados e demandas cada vez mais complexas de clientes e mercados. Para ter sucesso, as empresas precisam aproveitar cada vantagem competitiva e, para isso, precisam dos melhores profissionais.

 

Estratégias bem elaboradas de experiência do colaborador tornam os colaboradores mais engajados, e estes por sua vez, tornam a empresa mais produtiva e lucrativa. Um recente relatório da Gallup concluiu que "empresas no quartil superior de engajamento percebem um engajamento substancialmente melhor dos clientes, maior produtividade, melhor retenção, menos acidentes e lucratividade 21% maior". 

 

Por outro lado, a não priorização da experiência do colaborador gera desvantagens muito reais, inclusive a diminuição das taxas de retenção de colaboradores. Além do efeito desestabilizador da alta rotatividade, há enormes custos associados a recrutamentos, integrações e treinamentos de novas contratações. Além disso, com o predomínio de sites de avaliação do empregador, como a Glassdoor, e o poder das redes sociais de influenciar opiniões, os colaboradores insatisfeitos podem espalhar suas opiniões com muito mais alcance do que já foi possível.

O que é mapeamento da jornada do colaborador?

O mapeamento da jornada do colaborador ajuda a visualizar a linha do tempo de toda a experiência do colaborador, desde o momento em que um candidato começa a explorar a empresa até o dia em que ele se aposenta e mais além. Ele abrange todos os principais pontos de contato e momentos mais importantes para o colaborador.

 

As soluções de software de experiência do colaborador que usam IA (inteligência artificial) e Machine Learning para reunir, gerenciar e analisar dados de mapeamento da jornada do colaborador podem dar suporte relevante e significativo à força de trabalho. Essas ferramentas também podem dar suporte às empresas fornecendo insights e recomendações para tornar os processos de RH mais eficientes e resilientes no futuro.

O mapeamento do ciclo de vida e jornada do colaborador pode ser dividido em várias fases. Veja alguns dos principais pontos de contato ao longo dessa jornada:

  • Pesquisa de vagas e recrutamento: os candidatos modernos à vaga vão verificar sua empresa nas notícias e redes sociais e também nos sites de avaliação do empregador. As tecnologias inteligentes monitoram as mídias digitais em busca de tendências positivas e negativas, dando às equipes de RH a chance de responder e sanar as preocupações. Para continuar com os melhores talentos, também é importante que seus aplicativos de candidatura e recrutamento sejam simplificados e fáceis de usar e que seus processos de comunicação e entrevista sejam eficazes. Este também é um ótimo momento para ajudar os pré-contratados a se envolverem com a cultura da empresa. Você tem uma página de comunidade para as notícias e atividades da equipe? Os recursos de mídias sociais da equipe são atualizados e relevantes?
  • Integração: você precisa reunir muitas informações em pouco tempo. Cada nova contratação terá necessidades de orientação diferentes e estilos de aprendizado únicos. Use ferramentas envolventes, como realidade virtual e bots de processamento de linguagem natural, para os novos contratados se sentirem mais engajados. Envie-os para o novo local de trabalho com informações úteis e conhecimentos relevantes, em vez de apenas disparar as mesmas informações maçantes.
  • Aprendizagem, treinamento e desenvolvimento: as soluções digitais (especialmente as que usam IA e Machine Learning) podem enriquecer e individualizar o aprendizado dos colaboradores de maneira fenomenal. Os sistemas digitais de RH podem ajudar não apenas a recomendar os melhores caminhos de treinamento contínuo, mas também a personalizar e oferecer essa aprendizagem de maneiras mais relevantes e interessantes para cada indivíduo.
  • Engajamento e envolvimento da equipe: com uma crescente força de trabalho remota e híbrida, é mais importante do que nunca que a experiência do colaborador inclua um senso de camaradagem e comunidade. Dar suporte ao ciclo de vida e à jornada do colaborador significa um compromisso com a criação e manutenção do engajamento da comunidade no local e das oportunidades de "pausa para cafezinho virtual" para trabalhadores híbridos.
  • Reconhecimento e avaliações: aqui não há necessidade de se referir a um relatório ou estatística. Todos sabemos que nos sentimos mais motivados quando somos valorizados e reconhecidos. Mas saber quando e como expressar o reconhecimento pode ser complicado e até tendencioso. As ferramentas de mapeamento digital de colaboradores usam acionadores baseados em eventos para ajudar os empregadores a manter uma forte cultura de reconhecimento e recompensa. Além disso, o mapeamento da jornada do colaborador funciona melhor quando as ferramentas estão disponíveis para ajudar os gerentes a garantir que estejam dentro do cronograma com todos os eventos e atividades de definição de metas associadas à avaliação de desempenho.
  • Promoção e evolução na carreira: ao mapear jornadas e realizações de colaboradores, as empresas alcançam benefícios mútuos. Os colaboradores podem ter a certeza de que seu sucesso e crescimento de qualificações serão notados e registrados e não serão ignorados quando surgirem oportunidades. Além disso, quando um conjunto específico de habilidades for necessário com urgência, as equipes de RH terão uma ideia muito melhor da localização de todos os talentos em toda a empresa.
  • Saída: a aposentadoria ou a rescisão podem ser estressantes para os colaboradores, por isso entender os pontos problemáticos exclusivos deles pode ajudá-los na transição. As empresas podem analisar conjuntos de dados de colaboradores desligados para entender melhor o que gera retenção, lealdade e satisfação.

Seis etapas para mapear a jornada do colaborador

Entenda e aprimore a experiência do ciclo de vida do colaborador de sua organização.

O que é plataforma de experiência do colaborador (EXP)?

As plataformas de experiência do colaborador atuais evoluíram dos antigos portais de colaboradores para aplicativos online e, por fim, para as EXPs integradas e baseadas em nuvem de hoje. As soluções modernas de EXP combinam engajamento, bem-estar, produtividade, colaboração e ferramentas de comunicação. E os melhores sistemas são projetados para priorizar os colaboradores, e as empresas podem assumir o controle total da aparência e da experiência que as pessoas têm ao usar essas ferramentas, mantendo ao mesmo tempo o poder e a funcionalidade do sistema HRMS original subjacente.

 

Em outras palavras, as EXPs modernas atualizam o front-end de aplicativos e sistemas fortes sem interromper ou complicar o funcionamento do back-end – criando uma nova camada de experiência sobre a estrutura existente para torná-la mais moderna, fácil de usar e otimizada para dispositivos móveis.

Precisamos de um conjunto de softwares para fornecer uma única interface de usuário; algo que nos permita criar jornadas do colaborador, desenvolver aplicativos, criar e monitorar workflows e adicionar chatbots e outras formas de interfaces conversacionais ao mix.

Josh Bersin

Como as plataformas de experiência do colaborador beneficiam sua empresa?

Ao fornecer uma experiência de trabalho unificada, as EXPs oferecem comunicação mais rápida e fácil.  

  • As tarefas de integração são simplificadas e estabelecidas para cada nova contratação. Isso economiza tempo valioso e reduz erros e supervisão, além de ajudar as novas contratações a "alcançar seu estado de fluxo" mais rapidamente. 
  • O treinamento e a aprendizagem são aprimorados. Por meio de funções de treinamento e aprendizagem guiadas e experienciais, os colaboradores aprendem e retêm mais o que lhes foi ensinado. Isso ajuda a otimizar os orçamentos de treinamento e os esforços de aperfeiçoamento profissional e requalificação. 
  • Os dashboards acessíveis em qualquer lugar e os sistemas centralizados ajudam a aumentar a produtividade e a eficiência dos colaboradores. 
  • As EXPs oferecem suporte a um local de trabalho mais flexível e colaborativo, o que significa que os colaboradores podem trabalhar juntos em tempo real, independentemente de onde se encontrem em um local de trabalho híbrido. 

Quando as equipes de RH são aliviadas de tarefas administrativas opressoras e dispersas, elas conseguem voltar sua atenção para tarefas mais inovadoras e de mais valor. E quando os colaboradores podem interagir com o trabalho, os colegas e o ambiente de maneira personalizada e autoguiada, eles expandem seus horizontes, avançam em suas carreiras e alcançam um nível mais profundo de engajamento com o local de trabalho.

O papel da liderança nas iniciativas de experiência do colaborador

O maior problema de muitas iniciativas de transformação dos negócios é que até 70% não são bem-sucedidas. Mas o fato é que falham não porque as idéias ou tecnologias estejam erradas. Falham por causa de liderança fraca e planejamento e comunicação ineficazes. As dicas a seguir são uma boa lista de verificação para líderes de equipe e executivos ao lançar iniciativas de experiência do colaborador:

  • A adesão é fundamental. As iniciativas e as plataformas de experiência do colaborador precisam ser lançadas com bons protocolos de comunicação e gestão de mudanças, sem surpreender a equipe como um negócio concluído. 
  • Verifique o clima atual entrando em contato com suas equipes, fazendo perguntas, pesquisando colaboradores e descobrindo onde os maiores pontos problemáticos – e oportunidades – podem estar ocultos. 
  • Esteja preparado não só para reunir dados e insights dos colaboradores, mas para agir com eles. Prepare recursos e orçamentos para a possível necessidade de aprimorar, requalificar e reestruturar as equipes. 
  • As soluções de experiência do colaborador de RH na nuvem podem se integrar a outros sistemas empresariais. Aproveite essa capacidade, reúna os dados antecipadamente e desenvolva uma estrutura de avaliação do ROI para demonstrar valor desse importante investimento em RH. 
  • Entre em contato com seu fornecedor de software para obter orientações sobre a melhor forma de preparar suas equipes e sistemas para a integração de soluções de experiência do colaborador. 

Perspectiva de longo prazo para a experiência do colaborador e práticas de RH que priorizam pessoas

A COVID-19 mudou a cara do local de trabalho moderno – talvez permanentemente. As empresas modernas enfrentam maior concorrência em relação a preços, fidelidade à marca, ciclos de vida de produtos reduzidos e cadeias de suprimentos mais rápidas. A experiência do colaborador é uma das áreas mais poderosas, até recentemente, negligenciada, para aumentar a eficiência e a rentabilidade. Para terem êxito na integração do RH com a maior estratégia de negócios e rentabilidade, as empresas precisarão prestar atenção às constantes mudanças no mundo do trabalho e perceber que a experiência do colaborador não é mais algo "bom de ter". Ela tornou-se indispensável para empresas que desejam crescer e competir na década de 2020.

Explore a gestão da experiência do colaborador

Ouça e responda às necessidades dos colaboradores para assegurar a produtividade.

Newsletter SAP Insights

Assine ainda hoje

Receba insights importantes assinando nossa newsletter.

Leitura adicional

Voltar ao início