Ir para o conteúdo
Cientistas pesquisam plantas na cadeia de suprimentos

O que é uma cadeia de suprimentos sustentável?

A cadeia de suprimentos sustentável integra práticas éticas e ambientais responsáveis em um modelo competitivo e bem-sucedido. A transparência total da cadeia de suprimentos é essencial. As iniciativas sustentáveis devem ir do sourcing de matérias-primas ao fim da cadeia de logística e contemplar a devolução de produtos e os processos de reciclagem.

 

A transformação digital e a sofisticação crescente das tecnologias digitais têm papel fundamental na evolução da transparência e na sustentabilidade da cadeia de suprimentos. Gestão de Big Data, funções analíticas avançadas, inteligência artificial (IA) e ferramentas de segurança, como blockchain e sensores RFID, trouxeram visibilidade e responsabilidade sem precedentes à cadeia de suprimentos moderna. Hoje, as empresas têm muito mais capacidade – e obrigação – de demonstrar responsabilidade social corporativa e compartilhar as melhores práticas da cadeia de suprimentos ecológica e da logística sustentável.

 

À medida que as práticas éticas da cadeia de suprimentos se tornam uma prioridade mais imediata para as empresas, as metas de conformidade e os benchmarks de sustentabilidade também ficam mais padronizados. O Pacto Global das Nações Unidas estabeleceu 10 critérios para medir a sustentabilidade da cadeia de suprimentos, que abrangem áreas de responsabilidade ambiental, práticas trabalhistas, direitos humanos e corrupção. Esses princípios se baseiam na compreensão de que as práticas e os produtos socialmente responsáveis são bons para as pessoas e para o planeta e aumentam o reconhecimento da marca, a competitividade e a rentabilidade a longo prazo.

Sustentabilidade da cadeia de suprimentos em um mundo em constante mudança

Para muitas empresas, foi necessária a chegada da COVID-19 para impor a percepção de como as operações de sua cadeia de suprimentos estavam desatualizadas e vulneráveis. No entanto, mesmo antes da pandemia, algumas mudanças fundamentais do comportamento do consumidor vinham forçando os gestores globais da cadeia de suprimentos a reavaliar suas operações.

 

Uma dessas mudanças foi o enorme aumento da demanda de entrega no dia seguinte. É o chamado Efeito Amazon, que criou um paradoxo na sustentabilidade da cadeia de suprimentos. Em uma pesquisa de 2019 com mais de 1.500 consumidores dos EUA, a rapidez da entrega ficou à frente de todos os outros fatores da escolha de um canal de varejo. Mas, em muitos outros relatos, como esse estudo da MIT Sloan School of Management, os clientes indicaram a disposição de pagar mais por produtos que garantissem a logística ecológica e a transparência da cadeia de suprimentos.

 

Para atenderem à velocidade e à sustentabilidade de maneira significativa, as empresas precisarão de acesso em tempo real a redes de logística de terceiros e visibilidade profunda e completa de toda a operação da cadeia de suprimentos, inclusive dos fornecedores mais distantes e basais.

 

Um artigo recente da revista The Economist chama a COVID-19 de "novo normal" e diz que, a longo prazo, teremos de reestruturar as empresas e o estilo de vida. Em parte, isso exigirá reduzir a dependência de fornecedores e fabricantes no exterior. Some-se a incerteza dos últimos anos em relação às tarifas e ao comércio globais e veremos o aumento do uso da tecnologia moderna na produção e na cadeia de suprimentos para trazer mais para perto as bases de suprimentos. Em termos realistas, nossa economia é global, e sempre teremos que recorrer a fontes internacionais de certas matérias-primas e de capacidade de produção.

Três componentes da cadeia de suprimentos sustentável

Há vinte anos, a palavra sustentabilidade era praticamente sinônima de proteção ecológica. Hoje, ela é muito mais holística. As cadeias de suprimentos ecológicas, transparentes e circulares fazem parte da moderna cadeia de suprimentos sustentável.
Gráfico com os três componentes principais da cadeia de suprimentos sustentável

Componentes da cadeia de suprimentos sustentável (ecológica, transparente, circular)

  • O que é uma cadeia de suprimentos ecológica? Uma cadeia de suprimentos ecológica integra com êxito à sua gestão os princípios e benchmarks da responsabilidade ambiental.. Isso inclui design de produto, sourcing de materiais, fabricação, logística e gestão do fim da vida útil do produto. Com a ascensão do e-commerce, há mais opções do que nunca em compras e produtos. Para competir, as empresas precisam de soluções resilientes que tornem sua cadeia de suprimentos ecológica e, ao mesmo tempo, aumentem o lucro. Tecnologias da cadeia de suprimentos, como IA e Machine Learning, ajudam empresas a identificar riscos, padrões e oportunidades e permite minimizar o desperdício e melhorar a eficiência.
  • O que é uma cadeia de suprimentos transparente? A transparência da cadeia de suprimentos é a capacidade e disposição da empresa de divulgar abertamente as informações sobre procedência de mercadorias e mão de obra e práticas de toda a cadeia de suprimentos. Muitas empresas investem tempo e recursos significativos para estabelecer e manter padrões de responsabilidade ética e ambiental. O problema é que, mesmo com a melhor das intenções, é difícil aplicar e implementar esses padrões de maneira confiável. Felizmente, com o uso de tecnologias digitais, como blockchain e sensores RFID, os gestores conseguem obter um registro preciso e irrefutável de todos os produtos e fornecedores ao longo de toda a cadeia de suprimentos.
  • O que é uma cadeia de suprimentos circular? Na cadeia de suprimentos circular, os produtos são desmontados ou reduzidos à matéria-prima e refeitos como produtos vendáveis, permitindo que as empresas obtenham o benefício ambiental da reciclagem e, ao mesmo tempo, recuperem o custo. O ganho mútuo desse modelo aumenta sua popularidade e, de acordo com uma pesquisa do Gartner de 2020, 70% dos líderes da cadeia de suprimentos planejam investir na economia circular. Algumas tecnologias modernas que dão suporte a essas iniciativas são o uso de plásticos reciclados na impressão 3D e a capacidade das funções analíticas avançadas de mapear a jornada logística mais eficiente para a devolução dos produtos ao ciclo da cadeia de suprimentos.

Como funciona uma cadeia de suprimentos sustentável?

  • A cadeia de suprimentos sustentável trabalha em colaboração. Um número surpreendente de empresas líderes globais utiliza as mesmas matérias-primas e os mesmos fornecedores de base. A pressão global para melhorar a sustentabilidade e a transparência tem surtido efeito. Entretanto, as empresas enfrentam muita resistência para garantir o cumprimento de padrões operacionais éticos e ecológicos em diversas partes do mundo. Para combater isso, os gestores da cadeia de suprimentos devem trabalhar juntos, compartilhar informações e deixar claro que o compliance com a sustentabilidade é essencial para os negócios. O movimento Fashion Revolution começou em 2013 e é um ótimo exemplo, no qual muitas marcas de moda importantes e altamente competitivas optaram por trabalhar em conjunto para combater fornecedores antiéticos no setor.

    Apesar do ceticismo inicial, um relatório de 2020 do Índice de Transparência da Moda mostra que, sete anos depois, a transparência da cadeia de suprimentos melhorou drasticamente no setor e que, longe de prejudicar a competitividade, a colaboração e o compartilhamento de dados permitiram que todos os que atuam no setor se beneficiassem com a melhora da visão do público sobre suas marcas.
  • A cadeia de suprimentos sustentável aproveita a melhor tecnologia disponível. A sustentabilidade da cadeia de suprimentos traz um grande desafio devido à complexidade e à ampla distribuição dos diversos elos. Sem a tecnologia digital moderna, é impossível manter e coordenar o nível necessário de governança e visibilidade em tempo real para alcançar a ambiciosa meta da sustentabilidade. O melhor da transformação digital da cadeia de suprimentos é que isso não precisa acontecer de uma vez só para ser eficaz. Pode haver medidas incrementais para digitalizar gradualmente as operações. Além disso, a coleta e a análise de dados estão na natureza das soluções inteligentes para a fábrica e a cadeia de suprimentos digital. Isso significa que, a partir da integração, a tecnologia conectada começa a calcular seu próprio ROI.
  • A cadeia de suprimentos sustentável define padrões coerentes. Para que o plano estratégico de sustentabilidade da cadeia de suprimentos funcione, é importante que benchmarks, metas e diretrizes sejam explicitados com clareza. Depois, eles têm de ser transmitidos a todos os fornecedores e stakeholders da cadeia, que precisam concordar. Felizmente, hoje há diversos organismos que ajudam as empresas a definir essas metas e critérios. A tecnologia digital, por sua vez, facilita o monitoramento e a gestão do compliance. O volume de dados e informações também é crescente e demonstra o valor final do benchmarking de sustentabilidade. Um relatório de 2018 do Bank of America Merrill Lynch, por exemplo, constatou que empresas com resultado ESG (ambiental, social e de governança) melhor do que seus pares obtiveram retorno mais alto em três anos; suas ações no mercado tenderam a ser consideradas de alta qualidade; e foi menor a tendência de sofrerem grande redução de preços.
  • A cadeia de suprimentos sustentável divulga seus sucessos. Os clientes não têm como saber o que você não lhes conta. Quando cumprem as metas da cadeia de suprimentos sustentável, é importante que as empresas deem a boa notícia para não correrem o risco de desperdiçar o bem que a notícia pode trazer a sua reputação. A reputação merecida de empresa ecológica sempre é boa para a marca. Como indica um artigo recente da revista Forbes, "a utilização do marketing verde melhora a reputação e a imagem da marca, resulta em fidelidade do consumidor e causa impacto positivo no resultado financeiro". Mas não é tudo. As empresas têm a oportunidade de liderar o setor pelo exemplo e demonstrar que as iniciativas de sustentabilidade da cadeia de suprimentos trazem benefícios mensuráveis, tanto financeiros quanto ambientais. Ao compartilhar suas conquistas e melhores práticas, elas associam a marca a inovação e liderança na esfera da sustentabilidade.

Três benefícios principais da cadeia de suprimentos sustentável

Para as empresas que investem em cadeias de suprimentos mais sustentáveis e transparentes, existem benefícios potenciais em todos os negócios, como: 

  1. Controle de custos: em 2019 e 2020, mais de 6.000 executivos seniores de cadeia de suprimentos foram entrevistados pela PWC. Com base no nível de investimento e implementação da tecnologia digital da cadeia de suprimentos, eles foram classificados de Novatos Digitais a Campeões Digitais. Os Campeões Digitais relataram queda de quase 7% do custo das operações da cadeia de suprimentos como resultado direto da transformação digital. E 50% dos Campeões Digitais indicaram que o investimento em sustentabilidade e transparência da cadeia de suprimentos seria ainda mais prioritário. Quando conseguem tornar mais ecológica a cadeia de suprimentos, as empresas reduzem custos.
  2. Aumento da reputação e da fidelidade à marca: Estatísticas publicadas recentemente na revista Forbes mostraram que os consumidores têm até 88% mais probabilidade de serem fiéis a empresas que demonstram grande responsabilidade social e ambiental. A conscientização dos consumidores e a preferência por empresas sustentáveis aumentaram constantemente, mesmo antes da pandemia. Agora, a demanda pública por práticas transparentes de negócios e da cadeia de suprimentos está elevadíssima. Esse sentimento se reflete em um artigo de 2020 da revista Fortune que afirma que “as empresas estão sob um forte microscópio na crise da COVID-19. […] A pegada social da empresa está no centro das atenções de um modo sem precedentes.” Mais do que nunca, a reputação de adotar práticas sustentáveis e transparentes na cadeia de suprimentos traz vantagem competitiva às empresas em tempos difíceis.
  3. Minimização do risco e da vulnerabilidade: parece que, de tantos em tantos anos, sabemos de casos em que produtos contaminados ou perigosos vazaram e chegaram à cadeia de suprimentos. Fora a consequência devastadora de alguém se ferir, o recall de produtos tem o potencial de prejudicar a empresa, às vezes de modo definitivo. Com frequência, o que não se perde em custos e taxas judiciais se vai com o dano à reputação. Quando a transparência da cadeia de suprimentos é imposta e implementada com soluções de segurança digital, fornecedores e fabricantes inescrupulosos não têm onde se esconder. Além de proteger as empresas de parceiros antiéticos e ambientalmente irresponsáveis, essas medidas podem controlar e documentar todos os componentes, como mão de obra, manuseio e materiais, da origem ao destino.

Componentes tecnológicos da cadeia de suprimentos sustentável

A transformação digital da cadeia de suprimentos leva as empresas a cumprir e superar os benchmarks de sustentabilidade e, ao mesmo tempo, inovar e promover os negócios.

  • Inteligência Artificial: a tecnologia de IA  permite preservar e analisar vários conjuntos de dados díspares em toda a cadeia de suprimentos. Um benefício bastante potente da IA na cadeia de suprimentos sustentável é a capacidade de sincromodalidade e de remessa colaborativa. Isso significa rastrear o status e a localização dos pacotes para aproveitar em tempo real a oportunidade de combinar remessas ou utilizar uma logística que exija menos recursos, se o tempo permitir.
  • Machine Learning: como aplicação da IA, o Machine Learning usa Big Data para ajudar os sistemas e dispositivos conectados a se adaptarem em tempo real, descobrirem padrões, aprenderem com a experiência e automatizarem um fluxo de trabalho ágil e responsivo. Para os gestores da cadeia de suprimentos, as medidas de otimização operacional resultantes desse processo podem reduzir significativamente o desperdício e o uso de energia.
  • Robôs e coisas automatizadas: as compras online aumentaram mais de 149% desde o início de 2020. Com muitos clientes esperando entrega rápida ou no dia seguinte, pressionamos até o ponto de ruptura a capacidade existente de armazenamento e logística de última milha. Drones eletrônicos e robôs de gestão de estoque são exemplos de coisas que a automação inteligente simplifica para melhorar a eficiência do fluxo de trabalho, otimizar o uso de energia e economizar combustíveis fósseis na rede logística. 
  • Fabricação aditiva:  Também denominada impressão 3D, na fabricação aditiva as empresas podem manter estoques virtuais e produzir sob demanda. A capacidade de fabricar no local e sob demanda elimina o uso de combustível fóssil e outros recursos empregados em embalagem e transporte no exterior e permite o uso de plástico reciclado no ciclo da cadeia de suprimentos, como matéria-prima da produção 3D.
  • Internet das Coisas Industrial (IIoT):  Quando equipados com identificadores exclusivos e capacidade de enviar e receber dados digitais, os dispositivos e máquinas conectados da empresa passam a fazer parte de uma rede IIoT. Na cadeia de suprimentos sustentável, a inteligência dos ativos ajuda a otimizar o desempenho da máquina, automatizar a manutenção, reduzir o uso de energia e eliminar a redundância no fluxo de trabalho.
  • Blockchain: na cadeia de suprimentos sustentável, o blockchain é muito útil, por atuar como uma única fonte da verdade. Com o uso de sensores, os produtos e materiais podem ser rastreados com precisão desde a fonte para remover qualquer especulação sobre procedência, qualidade e manuseio em qualquer etapa da cadeia de suprimentos.
  • Sensores: os dispositivos RFID e outros sensores pequenos e baratos podem ser facilmente adaptados a produtos e matérias-primas, na fonte ou em qualquer ponto da cadeia de suprimentos. Quando parceiros e fornecedores estão em conformidade com o uso obrigatório do sensor, consegue-se um nível de transparência sem precedentes, principalmente em regiões que, antes, eram difíceis de monitorar de forma confiável.
  • Bancos de dados e ERP modernos: as melhores soluções de sustentabilidade são executadas em bancos de dados in-memory e sistemas ERP que gerenciam Big Data e processos complexos e diversificados. A tecnologia e os componentes automatizados da cadeia de suprimentos sustentável dependem de funções analíticas preditivas e avançadas, bem como dos insights em tempo real viabilizados por esses sistemas empresariais modernos e centralizados.

A cadeia de suprimentos sustentável em ação

Essas empresas combinam inovação, criatividade e tecnologia moderna da cadeia de suprimentos e desenvolvem soluções sustentáveis para manter sua cadeia de suprimentos ecológica, transparente e mais competitiva do que nunca.

  • A Natura está promovendo sua missão ambiental por meio da transformação digital.
  • A Kemira usou o planejamento de toda a cadeia de suprimentos para tornar suas operações mais eficientes e sustentáveis.
  • A TemperPack consegue a satisfação do cliente e cumpre suas metas de sustentabilidade, simplificando a cadeia de suprimentos e as operações de negócios.

Explore as soluções de cadeia de suprimentos ecológica da SAP

A cadeia de suprimentos sustentável aumenta a agilidade, a rentabilidade e reduz o desperdício.

Newsletter do SAP Insights

Assine ainda hoje

Receba insights importantes assinando nossa newsletter.

Leitura adicional

Voltar ao início